Última hora

Última hora

Este ano menos pessoas vão receber flores no Dia dos Namorados

Em leitura:

Este ano menos pessoas vão receber flores no Dia dos Namorados

Tamanho do texto Aa Aa

É que os principais países exportadores, entre eles a Colômbia, o Equador e a Etiópia, enfrentam quebras substantivas nas exportações.

A situação preocupa os produtores destes países que estão apreensivos quanto ao futuro. Esta responsável por uma empresa da Colômbia afirma que os produtores estão receosos e que calculam que a quebra seja já de trinta por cento. Remata dizendo que as pessoas não compram porque não têm dinheiro. A Associação colombiana de Exportadores de Flores lançou em Nova Iorque uma operação de marketing que passa pela distribuição de flores aos consumidores. O objectivo é lembrar que este é o melhor presente para o Dia dos Namorados. O Presidente desta associação afirma que este é a prenda mais tradicional e simbólica. A recessão está a afectar a maioria dos países, nos últimos dezoito meses, na Etiópia, as exportações atingiram apenas sessenta por cento do valor previsto, os horticultores temem não conseguir atingir as metas para dois mil e nove. O único país que parece resistir, ainda, à crise é o Quénia. O país exportou em 2008 para os países da União Europeia noventa e três mil toneladas de flores. Apesar deste indicador positivo, o único, parece que nem S. Valentim escapa à crise.