Última hora

Última hora

Paz na Faixa de Gaza pode estar comprometida

Em leitura:

Paz na Faixa de Gaza pode estar comprometida

Tamanho do texto Aa Aa

As Intenções de Obama, quanto ao processo de paz para a faixa de Gaza, ficam “para outras núpcias” se Israel virar à direita.

Em Israel a situação está ainda confusa. A vitória curta do kadima não permite a Tzipi Livni governar sem uma coligação. Beni Begin, membro do Likud, o partido de Benjamin Netanyhau, afirma que a decisão sobre o futuro está nas mãos de Livni. E acrescenta que estão abertos a uma coligação que permita governar Israel. Se é certo que resistem algumas dúvidas, a verdade é que um dos cenários possíveis aponta para uma coligação entre Netanyhau, Lieberman, o líder da extrema-direita, e os partidos religiosos. Uma união à direita entre forças políticas que já demonstraram pouco interesse num processo de paz. Apesar de continuar a garantir que fará todos os esforços para resolver a situação no próximo oriente a verdade é que os intentos da administração norte-americana estão mais longe de serem alcançados. O mundo árabe reage de forma diversa, e com expectativas diferentes, à actual situação. Este jornalista sírio está confiante de que as mudanças no mundo, principalmente depois da eleição de Obama, vão ser globais e afirma que, mesmo que o governo de Israel seja extremista, continua a haver a possibilidade de se alcançar a paz com a Síria. Por seu lado o presidente do Irão garante que Israel não vai permitir a Obama levar a cabo as suas intenções quanto à paz na faixa de Gaza.