Última hora

Última hora

Hariri assassinado faz quatro anos

Em leitura:

Hariri assassinado faz quatro anos

Tamanho do texto Aa Aa

Beirute assinala hoje o aniversário da morte do antigo primeiro-ministro, Rafic Harire.

Milhares de libaneses concentraram-se no centro da cidade, onde se situa a Praça dos Mártires provenientes de diversas regiões do país. Saad Hariri discursou diante da multidão: ““Hoje encontramo-nos de novo na Praça da Liberdade para dizer a Rafic Hariri e a todos os que foram mortos na revolução pela liberdade que a Justiça internacional está agora mais próxima do que nunca”. Uma alusão ao Tribunal da ONU para o Líbano que começará a funcionar no dia 1º de março nos arredores de Haia, onde julgará os supostos responsáveis pela morte de Hariri, em um atentado com carro bomba em Beirute em 14 de fevereiro de 2005. A morte de Hariri, que nos últimos meses de sua vida tinha se afastado gradualmente de Damasco, desencadeou uma série de protestos que culminaram com a retirada das tropas sírias do Líbano, presentes nesse país desde 1975. O presidente dos Estados Unido expressou seu apoio ao Tribunal Especial. Barack Obama também lembrou a proximidade das eleições parlamentares no Líbano e afirma que os Estados Unidos “continuarão a apoiar a soberânia e independência do Líbano, assim como suas instituições e seu povo”.