Última hora

Última hora

América Latina em destaque no Festival de Berlim

Em leitura:

América Latina em destaque no Festival de Berlim

América Latina em destaque no Festival de Berlim
Tamanho do texto Aa Aa

“La Teta Assustada”, da peruana radicada em Barcelona Claudia Llosa, arrebatou o Urso de Ouro no Festival de Berlim, numa noite onde a América Latina foi a estrela.

O filme urugaio-argentino “Gigante”, de Adrian Biniez, conquistou também três galardões, entre os quais o grande prémio do Júri, presidido pela actriz Tilda Swinton. O Urso para o melhor realizador foi entregue ao iraniano Asghar Farhadi por “About Elly.” “La Teta Assustada” foi filmado nos bairros mais pobres de Lima e conta a história de Fausta, uma jovem que tenta fazer um enterro digno à mãe, que foi violada em vida, como tantos milhares de mulheres, em mais de duas décadas de guerra e violência no Peru. O prémio de melhor actor foi atribuído a Sotigui Kouyaté por “London River”. O filme de produção francesa é a história de uma mãe inglesa e de um pai maliano, que depois dos atentados de Londres, em 2007, procuram os filhos desaparecidos. A actriz alemã Birgit Minichmayr arrebatou o Urso de prata pela melhor interpretação feminina da Berlinale pelo seu papel em “Alle Anderen”. A festa do cinema de Berlim volta no próximo ano.