Última hora

Última hora

América Latina em destaque no Festival de Berlim

Em leitura:

América Latina em destaque no Festival de Berlim

Tamanho do texto Aa Aa

“La Teta Assustada”, da peruana radicada em Barcelona Claudia Llosa, arrebatou o Urso de Ouro no Festival de Berlim, numa noite onde a América Latina foi a estrela.

O filme urugaio-argentino “Gigante”, de Adrian Biniez, conquistou também três galardões, entre os quais o grande prémio do Júri, presidido pela actriz Tilda Swinton. O Urso para o melhor realizador foi entregue ao iraniano Asghar Farhadi por “About Elly.” “La Teta Assustada” foi filmado nos bairros mais pobres de Lima e conta a história de Fausta, uma jovem que tenta fazer um enterro digno à mãe, que foi violada em vida, como tantos milhares de mulheres, em mais de duas décadas de guerra e violência no Peru. O prémio de melhor actor foi atribuído a Sotigui Kouyaté por “London River”. O filme de produção francesa é a história de uma mãe inglesa e de um pai maliano, que depois dos atentados de Londres, em 2007, procuram os filhos desaparecidos. A actriz alemã Birgit Minichmayr arrebatou o Urso de prata pela melhor interpretação feminina da Berlinale pelo seu papel em “Alle Anderen”. A festa do cinema de Berlim volta no próximo ano.