Última hora

Última hora

Bancos norte-americanos suspendem execução de penhoras imobiliárias

Em leitura:

Bancos norte-americanos suspendem execução de penhoras imobiliárias

Tamanho do texto Aa Aa

Os maiores bancos norte-americanos decidiram suspender as penhoras de bens imobiliarios, à espera do plano de Barack Obama para combater a crise do sector.

A decisão foi tomada por vários bancos com o JPMorgan Chase, Bank of America, CitiGroup ou os gigantes do crédito Fanny Mae e Freddie Mac. Obama deverá deslocar-se ao Arizona, na quarta-feira, para anunciar um plano de 50 mil milhões de dólares para combater a crise do sector imobiliário. A deputada democrata Carolyn Maloney felicita-se com a decisão dos bancos, mas apela a cada cliente endividado a recorrer nos processos de penhora, “pois os bancos não as executarão antes do presidente apresentar as medidas para o sector imobiliário”. O plano presidencial deverá incluir uma redução das prestações mensais para os compradores mais endividados e uma revisão das modalidades de penhora. Entre as medidas propostas por Obama, conta-se ainda uma reduçâo das taxas de juro do crédito à habitaçâo para recuperar um mercado em queda livre desde a crise dos “subprimes” em 2007. Só em Janeiro, as penhoras de casas visaram 270 mil norte-americanos. Em 2008 mais de 3 milhões foram alvo de acções de despejo por falta de pagamento das prestações mensais.