Última hora

Última hora

Obama saúda aprovação do plano

Em leitura:

Obama saúda aprovação do plano

Tamanho do texto Aa Aa

O plano de resgate da economia apresentado por Barack Obama é um dos mais ambiciosos alguma vez criados nos Estados Unidos.

As medidas custam, ao todo, 787 mil milhões de dólares, 36 por cento deste dinheiro é aplicado em reduções fiscais, os outros 64 por cento estão destinados à construção de infraestruturas, o que além de assegurar novos equipamentos, deve também ajudar a criar postos de trabalho. O sector imobiliário que está no centro da actual crise ganha um pacote de oito milhões de euros de reduções fiscais para os compradores de casas. O objectivo é recuperar um mercado que está em queda a pique desde o início da crise. As reduções fiscais vão ser aplicadas também na compra de carros. Para inverter os números do desemprego, cada vez mais graves, vão ser gastos mais de 200 mil milhões de dólares em infraestruturas, incluindo transportes, energia, telecomunicações e subsídios aos Estados para modernizar as escolas.