Última hora

Última hora

Moscovo comemora aniversário da retirada do Afeganistão

Em leitura:

Moscovo comemora aniversário da retirada do Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia assinalou este domingo o vigésimo aniversário da retirada das tropas soviéticas do Afeganistão.

Uma data comemorada com honras militares nas imediações do Kremlin, onde estiveram presentes antigos dirigentes políticos e soldados veteranos da campanha afegã. A cerimónia oficial, realizada junto à campa do soldado desconhecido, serviu para recordar os 15 mil homens que a União Soviética perdeu no Afeganistão. Um saldo pesado resultante de 10 anos de presença militar sovética e que Moscovo adverte poder vir a repetir-se com as tropas dos Estados Unidos e da NATO que ocupam actualmente o território. As cerimónias evocativas do final do conflito ocorreram em diversos pontos da capital russa. “Termos ido para lá foi um erro político…talvez. Mas isso não minimiza os feitos daqueles que cumpriram o dever para com o seu país”, declarou um antigo combatente russo. A Guerra do Afeganistão teve início em 1979,depois de Moscovo ter enviado tropas para o país para combater a guerrilha muçulmana que desafiava o Governo pró-soviético da altura. Para além das baixas militares, os confrontos mataram mais de um milhão de civis afegãos. 20 anos depois, o Afeganistão continua a fazer manchetes, numa altura em que a insurreição talibã volta a ganhar terreno apesar do destacamento de 70.000 soldados de uma força multinacional para território afegão.