Última hora

Última hora

Mais de metade dos eleitores irlandeses apoiam o Tratado de Lisboa

Em leitura:

Mais de metade dos eleitores irlandeses apoiam o Tratado de Lisboa

Tamanho do texto Aa Aa

Profundamente afectados pela crise económica mundial, os irlandeses parecem cada vez mais receptivos ao Tratado de Lisboa.

Segundo uma sondagem publicada hoje pelo diário Irish Times, 51 por cento da população está agora disposta a adoptar o texto rejeitado por 53,4 por cento dos eleitores irlandeses em Junho de 2008. O Governo de Brian Cowen aceitou organizar um segundo referendo depois de obter garantias de Bruxelas a respeito da manutenção permanente de um comissário irlandês, bem como concessões em termos de neutralidade militar, impostos e direitos dos trabalhadores. O executivo garante que o voto terá lugar antes do fim de Outubro, mas o principal partido da oposição quer o segundo referendo já em Abril. A Irlanda foi o primeiro país da Zona Euro a entrar em recessão e, face à crise, 80 por cento dos irlandeses pensam agora que o país estará melhor dentro do que fora da União Europeia. O Tratado de Lisboa – que pretende estruturar e facilitar a tomada de decisões em Bruxelas – necessita da ratificação de todos os Estados-membros.