Última hora

Última hora

Americanos saiem do Quirguistão

Em leitura:

Americanos saiem do Quirguistão

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento nacional do Quisguistão  aprovou uma resolução que denuncia unilateralmente o acordo com os Estados Unidos, para a utilização da Base Aérea de Manás.
  
A decisão foi aprovada por larguíssima maioria  -  apenas um voto contra e duas abestenções.
  
A Base de Manás funciona como entreposto para as operações militares no Afeganistão.
 
A lei será agora promulgada pelo presidente do, Kurmanbeck Bakiev e, a partir dessa data, o Pentágono tem um prazo de 180 dias, para as forças americanas abandonarem o base.
  
Os analistas relacionam esta decisão, com a concessão de um crédito de 2.000 milhões de dolares ao Quirguistão, por parte da Rússia.
 
Mas uma fonte oficial de Moscovo já recusou qualquer relação entre os dois factos.
 
A denúncia deste acordo atinge outros 11 países da Nato que tinham tropas estacionadas naquela base.
 
O acordo vigorava desde Dezembro de 2001.
 
A base acolhe mil soldados norte-americanos que garantem a logística das tropas estacionadas no Afeganistão.