Última hora

Em leitura:

Europa felicita reforço americano no Afeganistão


mundo

Europa felicita reforço americano no Afeganistão

Os ministros da Defesa da Nato estão reunidos em Cracóvia, para discutirem a missão da Aliança, no Afeganistão.

Os ministros saudaram a decisão norte-americana de enviar mais 17 mil soldados para reforço dos efectivos, mas não parecem dispostos a seguir o exemplo. Isto, apesar de o secretário-geral considerar que a estabilidade é uma pré-condição, para o desenvolvimento do país: “Não devemos ter ilusões sobre soluções militares para o Afganistão. Mas precisamos absolutamente de mais forças, porque a segurança e a estabilidade são uma condição prévia para a reconstrução e o desenvolvimento, como já ouvi dizer: da acção entre a parte militar e a parte civil, podemos fazer mais, podemos fazer melhor devemos fazer melhor”, disse Jaap de Hoop Scheffer. Para além disto, há eleições no Afeganistão, em Agosto, e só para garantir a segurança do escrutínio são precisos 10 mil homens. Mas há um tema que promete polémica. O Reino Unido vai propor a criação de uma unidade especial permanente de 3.000 homens, para defesa do território europeu. Houve uma concentração, no exterior, contra a reunião. “Nato é o terrorismo legal”, gritaram os manifestantes.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Alegados cúmplices do crime contra Politkovskaia foram absolvidos