Última hora

Última hora

Israel

Em leitura:

Israel

Tamanho do texto Aa Aa

O líder do partido de extrema direita, Yisrael Beiteinou, anunciou o seu apoio ao lider do Likhud, Benjamin Natanyahu que deverá ser o próximo primeiro-ministro de Israel.

Avigdor Lieberman que conta com 15 deputados no novo parlamento, pode ser a chave de todo o problema. Ele foi recebido esta quinta-feira, pelo presidente Shimon Peres, a quem comunicou a sua decisão. Além do Yisrael Beiteinou, Natanyahu conta com o apoio de dois partidos religiosos nacionalistas, do ultra-ortodoxo Shass e da Lista Unificada de Torah, num total de 65 deputados, num parlamento com 120 mandatos. Aparentemente, estão reunidas as condições para Shimon Peres convidar Natanyahu para formar governo. Uma decisão que, segunda Rádio Militar de Israel, deve ser anunciada no domingo ou na segunda-feira. Mas há um problema, chamado Tzipi Livni, a vencedora das eleições de 10 de Fevereiro. E Lieberman faz depender o seu apoio da participação do Kadima, num govverno de larga maioria. Mas Tzypi Libni recusa-se a participar num gabinete chefiado por Natanyahu. Lieberman diz que a crise económica e a ameaça iraniana justificam um governo de larga maioria. Um argumento que não convence Tzipi Livni.