Última hora

Última hora

Argentina expulsa bispo negacionista

Em leitura:

Argentina expulsa bispo negacionista

Tamanho do texto Aa Aa

A Argentina deu dez dias ao bispo integrista Richard Williamson para abandonar o país.

As autoridades argentinas sublinharam que as teses negacionistas do religioso britânico “ferem profundamente a sociedade argentina, o povo judeu e a Humanidade”. A polémica estalou com a difusão em Janeiro de uma entrevista na qual Williamson negava a morte de milhares de judeus em câmaras de gás sob o regime Nazi. A Argentina, onde o bispo reside desde 2003, justificou a ordem de expulsão com irregularidades nos papéis de Williamson. Dois dias depois da polémica entrevista, o Papa Bento XVI decretou o levantamento da excomunhão do religioso britânico, o que suscitou críticas severas e feriu as relações entre o Vaticano e a comunidade judaica.