Última hora

Última hora

Justiça russa não abandona procura do assassino de Politkovskaia

Em leitura:

Justiça russa não abandona procura do assassino de Politkovskaia

Tamanho do texto Aa Aa

A investigação para encontrar o assassino de Ana Politkvoskaia vai continuar.

A decisão é de um juiz russo e surge no dia a seguir à absolvição de quatro presumíveis cumplices do crime por um júri no tribunal de Moscovo. O juiz deverá anunciar oficialmente hoje o veredicto. O julgamento não conseguiu esclarecer nem o móbil do crime nem a identidade do seu autor. A defesa promete recurso. Associações de defesa dos direitos humanos na Rússia já emitiram dúvidas de que uma nova investigação venha a elucidar o crime. Ana Politkovskai era jornalista do jornal Novaïa Gazeta , e foi uma das raras profissionais da informação a cobrir a guerra na Chechénia e a denunciar as violações dos Direitos do Homem. Foi morta a tiro, à porta da sua casa, em Moscovo, no dia 7 de Outubro de 2006. Não faltaram acusações do envolvimento do Kremlin, que sempre foram desmentidas pelas autoridades russas. Vladimir Putin prometeu, na altura, que o caso seria resolvido.