Última hora

Última hora

Países europeus do G20 alinham posições

Em leitura:

Países europeus do G20 alinham posições

Tamanho do texto Aa Aa

A Europa está mais unida que nunca na luta contra a crises financeira e económica.

Esta é pelo menos a mensagem deixada durante a mini-cimeira, deste domingo, em Berlim. Os países da UE, que dentro de cinco semanas vão participar na reuniao do G20, em Londres chegaram a acordo sobre um conjunto de propostas. Entre elas estão medidas de controlo dos mercados finaceiros. De acordo com o presidente do Euro-Grupo a crise financeira ainda não foi ultrapassada e a económica está a agravar-se. Assim, adianta, para sermos eficazes é necessário coordenar acções. Do encontro saiu, também, uma mensagem sancionatória contra os paraísos fiscais e a necessidade de relançar a confiança dos mercados financeiros. A chanceller alemã, Angela Merkel, fala de um compromisso para reforçar o controlo dos mercados, dos actores e dos produtos financeiros como é o caso dos fundos Hedge, altamente especulativos. A reunião serviu, ainda, para atenuar as tensões das últimas semanas entre os 27 provocadas pelas medidas proteccionistas, apresentadas em resposta à crise. O chefe de Governo italiano acredita que a solução passa por uma resposta concertada e alerta para a necessidade de evitar o proteccionismo. A tensão no seio dos 27 aumentou, depois da França ter anunciado um plano de apoio ao sector automóvel criticado de imediato por Berlim, Praga e Bruxelas. Em cima da mesa, estiveram ainda as remunerações dos executivos dos bancos e a gestão de activos “tóxicos”, na perspectiva da cimeira especial de líderes dos Vinte e Sete agendada para o primeiro dia de Março.