Última hora

Última hora

Julgamento de AZF começa em Toulouse

Em leitura:

Julgamento de AZF começa em Toulouse

Tamanho do texto Aa Aa

Começa esta segunda-feira um dos maiores julgamentos alguma vez realizados em França. O caso da explosão da fábrica Azoto e Fertilizante, AZF.

Os queixosos são mais de 1800, os advogados mais de sessenta, dezenas de peritos vão desfilar uma sala municipal especialmente preparada para um julgamento que deverá durar cerca de quatro meses. O tribunal vai tentar apurar as responsabilidades na explosão ocorrida no dia 21 de Setembro de 2001, na fábrica AZF, próximo de Toulouse. A explosão matou 30 pessoas, deixou milhares feridas e provocou danos em 30 mil casas, numa área de vários quilómetros. No banco dos réus senta-se Serge Biechlin, director da fábrica à época dos acontecimentos e a Grande Paroisse, sociedade do grupo Total, proprietária da fábrica, acusados de homícido involuntário e destruições e degradações involuntárias. Um erro na mistura de diversos componentes químicos manipulados na fábrica é a causa mais provável da tragédia.