Última hora

Última hora

Novo parlamento israelita inaugurado sob fundo de incerteza governativa

Em leitura:

Novo parlamento israelita inaugurado sob fundo de incerteza governativa

Tamanho do texto Aa Aa

A cerimónia de inauguração da décima oitava legislatura israelita decorreu hoje num clima de incerteza quanto à composição do próximo Governo.

A grande coligação que agradaria ao Ocidente parece longe de ver a luz do dia e a predominância nacionalista na nova Knesset faz temer pelos esforços de paz israelo-palestinianos. Ainda antes dos 120 deputados tomarem posse, o presidente Shimon Peres sublinhou que a conclusão do processo de paz “é o mais importante desafio para Israel”. Benjamin Netanyahu é hostil à criação de um Estado palestiniano. Mas o líder do Likud, encarregado por Peres da formação do executivo, esforça-se por obter uma grande coligação que favoreça a estabilidade política e evite uma rota de colisão com a nova administração norte-americana. Um objectivo que se adivinha difícil, pois o Kadima da ainda ministra dos Negócios Estrangeiros Tzipi Livni e os trabalhistas dirigidos pelo ministro da Defesa Ehud Barak mostram-se para já dispostos a integrar a oposição. Mas, segundo os peritos, as negociações estão longe de estar terminadas. Netanyahu tem até ao dia 3 de Abril para formar Governo, antes de Peres se ver obrigado a retomar as rédeas da situação.