Última hora

Última hora

Tensão entre Itália e Roménia agrava-se

Em leitura:

Tensão entre Itália e Roménia agrava-se

Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros dos negócios estrangeiros romeno e italiano encontraram-se esta segunda-feira para debaterem a criminalidade na península italiana.

Enquanto Itália quer mais ajuda do governo romeno para lutar contra a criminalidade que atribui a cidadãos romenos. O ministro dos negócios estrangeiros da Roménia mostrou preocupação com a segurança dos cidadãos do seu país que residem em Itália e acrescentou ser injusto os italianos culparem os romenos em geral pelos actos cometidos por alguns indivíduos. No encontro o chefe da diplomacia italiana, pediu ao homólogo romeno que disponibilize mais forças de segurança para combaterem a criminalidade em Itália. Franco Frattini pretende também deportar os criminosos para o seu país de origem. O ministro diz que têm no seu país cerca de um milhão de romenos e que destes três mil foram condenados e estão presos. Frattini afirma que considera justo que o resto da pena destes condenados seja cumprida no seu país até porque a Roménia é um país da Europa. Na sequência dos actos de violência o governo italiano aprovou, na passada sexta-feira, um decreto que aumenta as penas de prisão para crimes sexuais e determina novas leis para coibir o assédio sexual, além de uma série de medidas contra a imigração ilegal. O decreto também autoriza a organização de patrulhas de cidadãos para ajudar no policiamento de áreas de risco.