Última hora

Última hora

Violência mancha arranque da campanha eleitoral na Argélia

Em leitura:

Violência mancha arranque da campanha eleitoral na Argélia

Tamanho do texto Aa Aa

Nove agentes de segurança argelinos morreram e três ficaram feridos num atentado de grande envergadura ocorrido este domingo no leste da Argélia.

O ataque foi cometido por militantes islamitas que dispararam tiros de morteiro contra a base de uma empresa de segurança, a 360 quilómetros da capital Argel. A violência volta a ensombrar o leste do país a três semanas do arranque da campanha eleitoral durante a qual o presidente Abdelaziz Bouteflika concorre a um terceiro mandato de cinco anos. Bouteflika, que dirige o país desde 1999 apresentou formalmente a sua candidatura esta segunda-feira. Outros 11 candidatos também já formalizaram as suas candidaturas. Entre eles estão Moussa Touati da Frente Nacional Argelina, cuja candidatura foi recusada em 2004 e Louisa Hanoune, secretária -geral do partido dos trabalhadores. Os candidatos tinham até esta segunda-feira para entregar os seus dossiês de candidatura ao Conselho Constitucional que dentro de 10 dias deverá publicar a lista definitiva. Os dois principais partidos da oposição anunciaram um boicote à eleição que dizem estar a ser preparada para a vitória de Bouteflika.