Última hora

Última hora

Despedida por pouco mais de um euro

Em leitura:

Despedida por pouco mais de um euro

Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal alemão confirmou o despedimento de uma caixa de supermercado de 50 anos acusada de ter ficado com dois cupões de vasilhame em Janeiro de 2008.

Barbara E. trabalhou durante 31 anos para uma cadeia de lojas em Berlim e continua a clamar inocência mesmo depois de condenada pela justiça. “Ainda tenho de provar que não o fiz. Estou pura e simplesmente decepcionada”, disse, após a leitura da sentença. Segundo os juízes, “o que está em causa não é o montante do furto. O facto importante é a quebra de confiança mútua entre empregadores e empregado”. O Tribunal adiantou que um caixa deve agir sempre de forma completamente honesta, mesmo em relação a pequenas quantias. Enquanto a ex-funcionária afirma que está a ser vítima de uma perseguição por envolvimento em actividades sindicais, o advogado de Barbara já anunciou que vai recorrer da sentença. O caso provocou protestos e campanhas de solidariedade a favor da mulher, acusada de desviar 1 euro e 30 cêntimos.