Última hora

Última hora

Espião estoniano condenado a 12 anos

Em leitura:

Espião estoniano condenado a 12 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Um Tribunal de Tallin condenou esta quarta-feira um antigo funcionário do ministério da Defesa estoniano a 12 anos de prisão por espionagem.

Herman Simm era acusado de passar informações confidenciais ao Governo russo e foi detido em Setembro de 2008. De acordo com a imprensa estoniana Simm entregou, com a cumplicidade da mulher, milhares de documentos a dois oficiais russos sobre os quais pende um mandado de captura europeu. Um desses agentes opera sob identidade falsa com um passaporte português emitido em nome de António de Jesus Grafa. Segundo as investigações, Simm trabalhava para os serviços secretos russos desde 1995. Este é o maior caso de espionagem ocorrido na Estónia desde o final da guerra fria. O antigo estado soviético provocou a ira de Moscovo quando em 2004 aderiu à NATO.