Última hora

Última hora

Kaczynski ameaça criar novo incidente protocolar na Cimeira

Em leitura:

Kaczynski ameaça criar novo incidente protocolar na Cimeira

Tamanho do texto Aa Aa

Uma nova crise polaca se adivinha. O presidente Lech Kaczynski recusa que Donald Tusk, o primeiro-ministro, seja o único a ter assento na cimeira extraordinária deste domingo, em Bruxelas. O primeiro-minsitro liberal e o presidente ultraconservador vivem uma coabitação difícil.

A cimeira terá a forma de um almoço de trabalho e, para que as discussões sejam mais eficazes, a presidência checa propôs menos gente à volta da mesa, ou seja, um único representante por país. A proposta tinha sido aceite por todos, mas o presidente polaco ameaça agora aparecer mesmo sem convite – algo que já está habituado a fazer. A questão polaca acaba por ser um dano colateral, numa rixa que opõe os dirigentes checos. O primeiro-ministro checo, Mirek Topolanek, tentou, com esta cimeira reduzida, afastar o eurocéptico presidente Vaclav Klaus da tomada de decisões europeias.