Última hora

Última hora

Milutinovic conhece hoje veredicto do TPI para a ex-Jugoslávia.

Em leitura:

Milutinovic conhece hoje veredicto do TPI para a ex-Jugoslávia.

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-presidente sérvio Milan Milutinovic escuta hoje em Haia, o primeiro veredicto do Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia sobre sérvios acusados de crimes de guerra no Kosovo durante o conflito no final dos anos 90.

Os procuradores pediram penas de 20 anos a prisão perpétua para Milutinovic e outros cinco altos responsáveis do círculo de Slodoban Milosevic. Segundo a acusação, os réus participaram no processo que tentou modificar a composição étnica do Kosovo, constituído a 90% por albaneses, de forma a manter o controlo sérvio sobre a região. O TPI estima que os acusados orquestraram planos para deslocar à força cerca de 800 mil albano-kosovaraes. Presidente da Sérvia entre 1997 e 2002, Milutinovic, hoje com 66 anos, entregou-se voluntariamente ao tribunal de Haia no final do seu mandato. Slodoban Milosevic, antigo presidente da Jusgoslávia que enfrentava as mesmas acusações de crimes de guerra e crimes contra a humanidade morreu na prisão de Haia antes do seu julgamento ser concluído. A guerra de 1998/99 no Kosovo terminou com os bombardeamentos da NATO contra a Sérvia e a instauração de um protectorado da ONU no Kosovo que há pouco mais de um ano declarou unilateralmente a independência, reconhecida entretanto por 55 países entre os quais os Estados Unidos.