Última hora

Última hora

Eleições regionais na Galiza e País Basco são teste a Madrid

Em leitura:

Eleições regionais na Galiza e País Basco são teste a Madrid

Tamanho do texto Aa Aa

José Luíz Zapatero investe tudo nos dois actos eleitorais do próximo Domingo. Ontem esteve no País Basco para apoiar o líder do PSOE local, Patxi López. Hoje desloca-se a Santiago de Compostela, a pedido de Pérez Touriño, o dirigente galego para encerrar a campanha eleitoral.

No país Basco o primeiro-ministro espanhol apelou ao voto em López, afirmando que o melhor para a região, para a liberdade e para acabar com a violência está nas mãos do candidato do PSOE. Enquanto Zapatero apela ao voto em Patxi López a ETA pede votos nulos como forma de protesto contra a exclusão das listas independentistas radicais. Entretanto as sondagens do “El Mundo” dão, para o País Basco, a vitória ao Partido Nacionalista Basco com 27 a 29 lugares contra 22 a 25 dos socialistas e 12 a 14 do PP. A concretizarem-se estas previsões isto significa uma subida dos socialistas e um recuo dos populares, em relação à anterior legislatura. No País Basco as eleições têm sido marcadas por acções violentas. Na semana passada a ETA destruiu a sede do PSE e lançou cocktails molotov para diversas entidades bancárias. Na Galiza os líderes nacionalista, socialista e popular, têm-se visto envolvidos em escândalos políticos. Escândalos à parte não deverá haver grandes novidades na Galiza. As sondagens prevêem a repetição do cenário ocorrido das últimas eleições, uma vitória do PP sem maioria absoluta, mas há alguma margem de manobra para surpresas.