Última hora

Última hora

Orçamento para a Defesa revisto em alta

Em leitura:

Orçamento para a Defesa revisto em alta

Tamanho do texto Aa Aa

Obama prevê défice recorde para salvar os EUA da crise e anuncia plano de retirada de tropas norte-americanas dentro de 19 meses.

No terreno irá deixar uma força residual, de 30.000 a 50.000 soldados, para continuar a aconselhar e formar as forças de segurança iraquianas, ficarão igualmente especialistas de serviços secretos e de segurança e equipamentos, incluindo aeronaves não tripuladas. A proposta para a Defesa, revista em alta, representa uma mudança radical nos investimentos e reformas mas que eleva o défice para o valor mais alto desde a II Guerra Mundial. Para 2010 o orçamento sofre um aumento de 1,5% com uma parte a financiar as guerras no Afeganistão e no Iraque, mas conta economizar no futuro com os programas de armamento e com a retirada do Iraque. No próximo ano o presidente prevê aumentar os impostos aos mais ricos e reduzir a carga fiscal para a classe média. Barack Obama anunciou também o lançamento da cobertura médica universal e a vontade de melhorar as escolas assim como o investimento na independência energética americana. O desafio desta administraçao é de peso. Pela primeira vez na história do país o desemprego atinge mais de 5 milhões de pessoas.