Última hora

Última hora

Sony reorganiza-se para enfrentar a crise e a concorrência

Em leitura:

Sony reorganiza-se para enfrentar a crise e a concorrência

Tamanho do texto Aa Aa

Confrontada com perdas de exploração de 260 mil milhões de yenes – mais de dois mil milhões de euros – a SONY reorganiza a estrutura dirigente.

O presidente vai passar ele próprio a assumir o controlo do sector electrónico, fonte das maiores dificuldades ao nível da concorrência do grupo japonês. Howard Stringer afirmou esta manhã em conferência de imprensa, em Tóquio: “Queremos estar entre os líderes empresariais na resposta à crise. O segundo desafio é a evolução do nosso ambiente competitivo. Estamos a braços com uma forte competição na paisagem dos consumíveis electrónicos. No quadro da reorganização, a SONY prevê a criação de um grupo para o sector dos jogos de vídeo playstation, para os computadores pessoas, os televisores Bravia e as máquinas fotográficas e de filmar. As dificuldades são mais difíceis de ultrapassar em contexto de crise profunda, a nível mundial e particularmente no Japão. Os dados hoje divulgados revelam uma eonomia nipónica em asfixia. A produção caiu 10 por cento no mês de Janeiro, o desemprego subiu 18%, o consumo das famílias sofreu uma redução de quase 6% e a deflacção é um risco iminente.