Última hora

Última hora

Bangladesh: descoberta outra vala comum com vítimas do motim

Em leitura:

Bangladesh: descoberta outra vala comum com vítimas do motim

Tamanho do texto Aa Aa

Mais uma vala comum, com pelo menos dez cadáveres, foi descoberta no Bangladesh, 24 horas depois de ter sido encontrada outra cova, com dezenas de corpos de vítimas do motim desencadeado pela unidade paramilitar de guardas-fronteiriços do país.

A revolta começou na quarta-feira e durou quase 36 horas. Na origem do levantamento o facto de os comandantes da unidade, oriundos do Exército regular, terem rejeitado as exigências salariais dos subalternos, que alegavam ainda discriminação na cadeia de comando. O quartel-general da unidade de Espingardas do Bangladesh, na capital Daca, foi o epicentro dos motim, que se alastrou a outras cidades onde também existem quartéis da unidade. A revolta só terminou na quinta-feira, quando a primeira-ministra ameaçou tomar “as medidas necessárias” para repor a ordem. Um alto responsável das Forças Armadas anunciou a criação de um Tribunal Especial para julgar os responsáveis pelo motim.