Última hora

Em leitura:

China reforça segurança um ano depois dos confrontos no Tibete


mundo

China reforça segurança um ano depois dos confrontos no Tibete

A alguns dias do 50° aniversário do levantamento tibetano, a China reforça a segurança em algumas províncias.

Em Qinghai, a polícia de intervenção tem percorrido as ruas da cidade de Tongren, onde a maioria da população é tibetana. Os monges tibetanos acusam as forças chinesas de uma maior intimidação, em 2009. “No ano passado éramos anfitriões das Olímpiadas e eles estavam preocupados com a possibilidade de darem uma má imagem. Mas este ano, controlam-nos de forma bastante estrita”, explica o monge Monk Jigme. No ano passado, o aniversário do levantamento tibetano ficou marcado por manifestações a favor da independência do Tibete. Segundo os tibetanos, mais de 200 cidadãos originários da província foram mortos nos confrontos entre as autoridades e os manifestantes. A China já desmentiu pretender fechar o Tibete aos estrangeiros antes do dia 10 de Março.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Turquia enterra mortos do acidente de avião