Última hora

Última hora

"Seraphine" vence Cesar

Em leitura:

"Seraphine" vence Cesar

Tamanho do texto Aa Aa

“Seraphine” é o título do filme que venceu a 34 edição de Cesar, o festivall de cinema de Paris que encerrou, esta sexta-feira.

O realizador é Martin Provost que agradeceu o prémio à mulher do Povo que inspirou a sua estória. E como uma vitória nunca vem só, a protagonista ganhou o prémio de melhor actriz. Yolanda Moreau deu corpo a uma camponesa que se transformou numa pintora e morreu dramaticamente, em pleno estado de demência, num hospital psiquiátrico, em 1942, aos 78 anos. Uma saga que já foi vista por meio milhão de espectadores. “Mesrine” era o filme apontado como grande favorito. Ficou com o prémio para o melhor actor, Vincent Cassel. e para o melhor realizador, Jean-François Richet. Para Israel, foi o prémio para o melhor filme estrangeiro. “Valsa com Bachir”, de Ari Folman ,em animação, conta o drama da primeira guerra do Líbano, nos anos 80. Um horror que colocou de um lado os muçulmanos do exército libanês, apoiados pela Síria e, do outro, as milícias cristãs do general Michel Aoum.