Última hora

Última hora

Bascos e galegos elegem este Domingo os seus representantes

Em leitura:

Bascos e galegos elegem este Domingo os seus representantes

Tamanho do texto Aa Aa

O dominador comum nas duas regiões espanholas são as eleições mas tudo o resto demonstra uma enorme clivagem nestes dois actos eleitorais.

A campanha na Galiza foi marcada por uma série de escândalos, que atingiram lideres dos diferentes quadrantes políticos. Por seu lado, no País Basco voltou a ser atingida pelos atentados da ETA. As eleições no País Basco poderão trazer surpresas, aliás os socialistas esperam acabar com 29 anos de supremacia política do PNV. Nas últimas sondagens, o Partido Nacionalista Basco, liderado por Juan José Ibarretxe, e o PSE, chefiado por Patxi López, surgem taco a taco. Mas o tradicional ganhador, o Partido Nacionalista poderá perder para uma coligação liderada pelos socialistas. Em tempo de campanha a ETA não deu tréguas e os ataques sucederam-se. O mais recente foi a explosão da sede do PSE, precedida, no final de Dezembro, pela da sede da emissora basca, na cidade de Bilbau. O incidente causou danos significativos na infra-estrutura. No país Basco e pela primeira vez, a esquerda radical foi excluída das eleições autonómicas, esta situação terá desencadeado mais uma revolta no seio da organização separatista basca. Do País Basco passamos à Galiza, onde o líder do PSOE e primeiro-ministro espanhol esteve sexta-feira a apoiar Emílio Touriño, o actual presidente do Governo galego. Os socialistas lideram a Junta da Galiza desde as últimas eleições em coligação com o Bloco Nacionalista Galego. A direita, que estava no governo há largos anos, quer recuperar o poder.