Última hora

Última hora

Protesto na Bélgica contra privatização dos correios

Em leitura:

Protesto na Bélgica contra privatização dos correios

Tamanho do texto Aa Aa

A distribuição do correio esteve, esta segunda-feira, perturbada na Bélgica pela greve dos funcionários dos correios. Uma greve que deverá prolongar-se por três dias.

De acordo com os sindicatos, dois terços dos 37 mil funcionários aderiram neste primeiro dia à paralisação e mais de duas mil pessoas participaram numa manifestação no centro de Bruxelas. Os trabalhadores criticam a privatização da empresa e exigem a revalorização do estatuto profissional. Os correios belgas estão em pleno período de mudança, tendo em vista a liberalização do mercado em 2011. Os sindicatos denunciam o plano de substituir 4 mil carteiros tradicionais por 8 mil trabalhadores a tempo parcial e acusam o governo de preferir dar dinheiro aos bancos do que ajudar os trabalhadores dos correios em dificuldades. A greve teve esta segunda-feira uma taxa de participação superior na Valónia do que na Flandres.