Última hora

Última hora

Parlamento italiano aperta controlo sobre votações dos deputados

Em leitura:

Parlamento italiano aperta controlo sobre votações dos deputados

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento italiano está a preparar a introdução de um novo sistema de voto.

O método, que deverá entrar em vigor dentro de um mês, prevê a criação de um cartão que irá conter os detalhes de identificação e as impressões digitais de cada deputado para serem utilizados nas sessões de voto. Deste modo as autoridades querem acabar com o absentismo e uma prática conhecida como “o pianista” durante a qual alguns deputados votam no lugar de companheiros ausentes. O procedimento está a indignar alguns membros do parlamento, como Paolo Guzzanti, do Partido Liberal (centro-direita). “Nas democracias parlamentares os representantes deviam ter orgullho em representar as pessoas e não podemmser tratados como criminosos”, disse. O voto digital vai custar cerca de 500 mil euros e é para alguns uma ideia justa. “Eu concordo com a ideia das impressões digitais. Também porque a maioria deste parlamento votou a favor da recolha das impressões de todos. por isso um deputado é igual a toda a gente e as impressões digitais podem ser utilizadas para garantir um voto regular”, declarou Paolo Cento do partido Verde italiano. O novo sistema pretende ajudar a realbilitar a imagem dos políticos italianos numa assembleia onde 24 parlamentares foram condenados por uma variedade de crimes menores que vão da corrupção à agressão.