Última hora

Última hora

Clinton pressiona futuro governo israelita a discutir com palestinianos

Em leitura:

Clinton pressiona futuro governo israelita a discutir com palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

Hillary Clinton deslocou-se ontem a Israel para defender a criação de um estado palestiniano como, “a única solução para obter a paz no Médio Oriente”. Um discurso que soa como uma advertência ao futuro executivo israelita, que rejeita fazer concessões territoriais aos palestinianos. Aos membros do governo cessante, a secretária de estado norte-americana exigiu o levantamento imediato do bloqueio à faixa de Gaza.

Depois de se reunir com o chefe de governo cessante, Ehud Olmert, e com a ministra dos Negócios Estrangeiros Tzipi Livni, Clinton sublinhou que, “a criação de um estado palestiniano vai de encontro aos interesses de Israel”. Uma mensagem dirigida ao primeiro-ministro designado Benjamin Nethaniau, que se opõe ao processo de paz defendido por Washington. O líder dos conservadores não conseguiu até agora convencer trabalhistas e centristas a incorporarem o próximo executivo, contando apenas com o apoio da direita religiosa. A formação do próximo governo poderá arrastar-se por várias semanas, mas Clinton não quer esperar e vai enviar dois emissários à Síria para relançar as discussões de paz israelo-palestinianas.