Última hora

Última hora

EUA vão continuar a trabalhar para a criação de um Estado palestiniano

Em leitura:

EUA vão continuar a trabalhar para a criação de um Estado palestiniano

Tamanho do texto Aa Aa

Hillary Clinton reuniu-se esta manhã, em Ramallah, com o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas. A secretária de Estado norte-americana, que ontem se reuniu com os líderes israelitas em Jerusalém, prometeu que Washington vai continuar a trabalhar para a criação de um Estado palestiniano.

Na primeira visita ao Médio Oriente desde que entrou em funções, a chefe da diplomacia norte-americana defendeu que o primeiro passo é conseguir um cessar-fogo duradouro. Clinton lançou um apelo ao Hamas para que acabe com o lançamento de mísseis contra Israel. Para já a Faixa de Gaza, controlada pelo movimento de resistência islâmica, continua a ser vítima de um bloqueio israelita, o que impede a sua reconstrução um mês depois do anúncio do cessar-fogo. Para aumentar a sua esfera de influência junto do Hamas e dos palestinianos, o Irão organizou uma cimeira alternativa sobre a ajuda à Faixa de Gaza, dois dias depois da uma conferência no Egipto que reuniu 75 doadores internacionais para a reconstrução do território palestiniano. Durante a cimeira, o guia supremo iraniano, o ayatollah Ali Khamenei, qualificou Israel como um “tumor canceroso e defendeu que “a única forma de salvar a Palestina é pela resistência”.