Última hora

Última hora

Moscovo e Washington dispostos ao diálogo

Em leitura:

Moscovo e Washington dispostos ao diálogo

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama escreveu a Dmitri Medvedev para expor as motivações americanas na instalação de um escudo anti-míssil na europa.

O presidente norte-americano rejeita, no entanto, uma notícia avançada pela imprensa segundo a qual os Estados Unidos estariam dispostos a negociar a instalação do polémico escudo se Moscovo ajudasse a lidar com a ameaça nuclear iraniana. “O que eu disse na carta é o memo que já disse publicamente: Que a defesa anti-míssil que tínhamos pensado enviar é dirigida ao Irão e não à Rússia. Essa sempre foi a preocupação, que houvesse potencialmente um míssil do Irão que ameaçasse os Estados Unidos ou a Europa”. Por seu lado, o primeiro-ministro Dmitri Medvedev fala em sinais positivos por parte da nova administração e mostra-se disponível para cooperar com Washington. “Se a nova administração demonstrar senso comum em relação a este assunto, e propuser uma nova estrutura que seja aceitável para todos os europeus, para os Estados Unidos e para o nosso país, então estamos dispostos a negociar”, disse. Medvedev rejeita no entanto qualquer inclusão do assunto iraniano nas discussões sobre o escudo anti-míssil, cuja instalação os Estados Unidos negoceiam com a Polónia e a República Checa. Moscovo, que planeia construir um reactor nuclear na central de iraniana de Busher, tem utilizado o seu direito de veto na ONU para impedir sanções contra Teerão.