Última hora

Última hora

Obama reduz gastos com as tropas

Em leitura:

Obama reduz gastos com as tropas

Tamanho do texto Aa Aa

Em momentos em que é preciso apertar o cinto, Barak Obama quer que a administração seja a primeira a dar o exemplo.

Assim, as despesas com o armamento vão ser reduzidas no próximo orçamento e os contratos com as empresas fornecedoras das forças militares vão ser passados a pente fino. O presidente quer evitar este tipo de situações: “Em alguns casos os contratos são atribuídos sem concurso, noutros os contratados subcontratam. Estamos a gastar dinheiro em coisas que não necessitamos e a pagar mais do que precisamos de pagar. E isso é completamente inaceitável”, disse. Tanto mais inaceitável quanto todos os esforços são poucos para o reequilíbrio das finanças públicas e da economia do país cujos sinais continuam a preocupar. Os números divulgados esta quarta-feira pela agência nacional de emprego mostram um aumento do desemprego nas empresas privadas acima do esperado. Durante o mês de Fevereiro perderam o emprego no sector privado americano cerca de 700 mil pessoas. Daqui a dois dias serão conhecidos os números oficiais do mercado do emprego.