Última hora

Última hora

As novas relações russo-americanas no centro do primeiro encontro entre Lavrov e Clinton

Em leitura:

As novas relações russo-americanas no centro do primeiro encontro entre Lavrov e Clinton

Tamanho do texto Aa Aa

Optimismo moderado da Rússia antes do encontro desta noite entre Serguei Lavrov e Hillary Clinton, em Genebra, na Suíça. É a primeira reunião dos chefes da diplomacia russa e norte-americana desde a tomada de posse de Barack Obama.

Washington pretende acalmar as relações com Moscovo, depois da tensão que marcou a presidência Bush. Mas ninguém espera avanços, pois na mesa continuam dossiês difíceis, como o Irão, a Geórgia ou o sistema anti-míssil que os Estados Unidos pretendem instalar na Polónia e República Checa. Sobre este tema, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, garante que vai explicar novamente o projecto à Rússia e reiterar a que a Europa tem o direito de se defender das novas ameaças do século XXI e que os Estados Unidos acreditam que essas ameaças vêm de regimes e redes terroristas e não de Estados vizinhos. Estados Unidos e Rússia discordam sobre o sistema anti-míssil, mas também sobre a entrada da Ucrânia e da Geórgia na NATO. Mas Washington precisa do apoio russo nos dossiês nucleares iraniano e norte-coreano e procura uma via alternativa de abastecimento para as missões no Afeganistão. Perante as dificuldades, a reunião desta noite servirá sobretudo para preparar o encontro entre os presidentes Barack Obama e Dmitri Medvedev, durante a cimeira do G-20, a 2 de Abril, em Londres.