Última hora

Última hora

Chile e Argentina unidos contra o Reino Unido

Em leitura:

Chile e Argentina unidos contra o Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

Os rivais Chile e Argentina unem-se para rejeitar o facto de a Grã-Bretanha reivindicar territórios na Antárctica.

Legisladores dos dois países sul-americanos estiveram reunidos na Antárctica para dizerem não ás pretensões do Reino Unido que reivindicam como fazendo parte do seu território uma área rica em petróleo e gás natural. Esta área do continente branco é também reclamada pelo Chile e Argentina. As reuniões decorreram nos centros de pesquisa dos dois países situados na Antárctica, com o objectivo de mandarem uma mensagem clara aos britânicos. A Grã-Bretanha anunciou em Outubro de dois mil e sete a intenção de reclamar soberania sobre um sector marítimo da Antárctica, que se sobrepõe aos territórios de Chile e Argentina. O Tratado da Antárctica, assinado em 1959 por 12 países – entre eles Argentina, Chile e o Reino Unido – congela as pretensões territoriais dos signatários, impedindo a negação ou afirmação de direitos de soberania e proíbe reivindicações territoriais futuras. Este Tratado proíbe também a extracção de combustíveis e minerais no continente branco até 2048 e só autoriza actividades com fim pacífico.