Última hora

Última hora

Eleições legislativas abrem processo de sucessão na Coreia do Norte

Em leitura:

Eleições legislativas abrem processo de sucessão na Coreia do Norte

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 93% dos norte-coreanos votaram este domingo. Eleições para renovar o mandato de cinco anos dos quase 700 deputados, mas que dão início também ao processo de sucessão de Kim Jong-il.

Os resultados devem ser divulgados amanhã, mas não se esperam surpresas. Em cada circunscrição há apenas um candidato nomeado pelo partido oficial. Em 2003, cada deputado foi eleito com cem por cento dos votos. Este ano, mais uma vez, um deles promete trabalhar em nome do povo e ajudar a construir uma nação próspera, apelando assim ao voto patriótico. Para os analistas este escrutínio dá início à sucessão da dinastia comunista. Kim Jong-il sucedeu ao pai em 1994. No Verão passado sofreu um ataque cerebral, originando receios sobre as consequências da sua morte repentina. Segundo agências de notícias sul-coreanas, o líder de 67 anos nomeou o mais novo dos três filhos, o único que parece ter a ambição e as qualidades exigidas para liderar a potência nuclear. Kim Jong-un, 26 anos, integrou pela primeira vez as listas eleitorais. O escrutínio estava marcado para Agosto do ano passado, mas a doença do líder levou ao adiamento.