Última hora

Última hora

Katzav arrisca-se a pena prisão de 16 anos

Em leitura:

Katzav arrisca-se a pena prisão de 16 anos

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-chefe de Estado isrealita vai ser acusado formalmente por assédio sexual, violação e obstrução à Justiça. Moshé Katzav arrisca-se a uma pena de prisão de 16 anos.

O anúncio foi feito, este domingo, pelo Procurador Geral hebraico. Em comunicado o Ministério da Justiça refere que a decisão foi tomada com base em testemunhos. A acusação não inclui apenas um caso. Várias mulheres garantem ter sido vítimas de Katzav entre 1996 e 1999, quando ocupava o cargo de ministro do Turismo e, mais tarde, como chefe de Estado. O escandâlo levou Katzav a apresentar a demissão em Junho de 2007.