Última hora

Última hora

Golpe mediático da Greenpeace durante reunião do ECOFIN

Em leitura:

Golpe mediático da Greenpeace durante reunião do ECOFIN

Golpe mediático da Greenpeace durante reunião do ECOFIN
Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros europeus das Finanças estiveram esta manhã reféns da Greenpeace. Centenas de activistas acorrentaram-se, tornando impossível entrar ou sair do Conselho da Europa, um dos principais edifícios da União Europeia e onde decorria a reunião do ECOFIN. A polícia deteve mais de 350 pessoas. Os manifestantes reivindicam ajuda financeira para fazer face às mudanças climáticas.

Thomas Henningsen, um activista, explica: “Os cientistas de todo o mundo avisam que as mudanças climáticas estão a acelerar e que o poder devastador é maior do que o previsto. Os nossos ministros das Finanças põem dinheiro na mesa para salvar os bancos e os seus dirigentes, mas não fazem nada para as verdadeiras ameaças, como as mudanças climáticas e a desflorestação”. Os activistas procuraram pressionar os ministros, quando um dos pontos da agenda era a ajuda aos países pobres para reduzir as emissões poluentes. A Greenpeace considera ser necessária uma contribuição anual de 35 mil milhões de euros, só da parte da Europa.