Última hora

Última hora

Escândalo leva à demissão de magistrados suíços

Em leitura:

Escândalo leva à demissão de magistrados suíços

Tamanho do texto Aa Aa

A administração pública suíça é abalada desde a semana passada por um escândalo que levou três magistrados do cantão do Jura a apresentarem demissão.

Os responsáveis do tribunal cantonal, entre os quais o procurador e o juíz Pierre Bonay são alvo de um inquérito interno, relacionado com a consulta de sítios pornográfios na internet, durante o tempo de trabalho. A situação levou já o ministro da Justiça a lamentar o sucedido e tem suscitado uma vaga de críticas à actuação dos magistrados. Cerca de 30 outros funcionários encontram-se a ser investigados, entre os quais o presidente do parlamento cantonal, um cristão-democrata. Os principais acusados reconheceram os factos e preferiram afastar-se dos cargos para salvaguardar a imagem da autoridade judicial suíça. Talvez uma forma de evitar admitir que nem sempre a justiça é cega.