Última hora

Em leitura:

G20 dividido sobre a melhor resposta a dar à crise


mundo

G20 dividido sobre a melhor resposta a dar à crise

Os ministros das Finanças e directores dos bancos centrais do G20 reunem-se este fim-de-semana, próximo de Londres, para tentarem encontrar uma posição comum sobre a melhor forma de combater a crise mundial.

Mas o grupo que representa cerca de 80% da economia mundial está dividido sobre quais devem ser as prioridades para conter a crise. Os Estados Unidos querem mais gastos governamentais e contam com o apoio do Japão no pedido de mais estímulos financeiros. Já a Europa afirma que a prioridade deve ser a regulamentação dos mercados. Nesse sentido, o ministro das Finanças britânico defende a necessidade de estabilizar o sistema bancário, caso contrário será mais difícil resolver os problemas da economia global e uma das coisas a discutir é a forma de acelerar esse processo para que o crédito bancário seja desbloqueado. Espera-se também um apoio ao pedido de duplicação dos recursos do Fundo Monetário Internacional. Numa posição de compromisso, o presidente do Banco Mundial defendeu que os estímulos fiscais de nada servem sem uma reforma do sistema financeiro e uma limpeza dos activos “tóxicos” dos bancos. As decisões finais serão conhecidas após a reunião dos líderes do G20, a 2 de Abril em Londres.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Bangladesh