Última hora

Última hora

G20 disposto a todas as medidas necessárias para relançar a economia

Em leitura:

G20 disposto a todas as medidas necessárias para relançar a economia

Tamanho do texto Aa Aa

Os países do G20 vão “tomar todas as medidas necessárias” para reavivar o crescimento da economia e recuperar o sistema financeiro mundial.

Uma garantia dada na reunião de Londres preparativa da cimeira de Abril, onde os ministros das Finanças e governadores dos Bancos Centrais quiseram mostrar uma frente unida, depois das recentes divergências entre europeus e norte-americanos. O primeiro-ministro britânico recebeu a chanceler alemã num encontro paralelo onde sublinhou a importância do reforço dos mecanismos de regulação. Gordon Brown defende que “aprendemos com esta crise que os mercados devem ser livres, mas não desprovidos de valores, e precisam de mais e melhor supervisão. Devemos agir e reformular o sistema de regulação, (…) com uma maior cooperação internacional. As instituição financeiras precisam de trabalhar através das fronteiras e sob supervisão transfronteiriça”. Angela Merkel acredita que a cimeira de 2 de Abril vai trazer resultados concretos. A chanceler alemã sublinha que “a simples pressão de elaborar uma lista de paraísos fiscais já ofereceu importantes resultados iniciais. O Lichtenstein, a Suíça, a Áustria e o Luxemburgo deram um passo importante na direcção de uma maior transparência”. Segundo os ministros do G20, cabe ao Fundo Monetário Internacional avaliar as medidas já adoptadas para combater a crise e contribuir com novas propostas. Para tal, o FMI contará com um aumento significativo dos seus recursos.