Última hora

Última hora

Líder da oposição viola prisão domiciliária

Em leitura:

Líder da oposição viola prisão domiciliária

Tamanho do texto Aa Aa

Agudiza-se a crise política no Paquistão. O líder da oposição violou a ordem de prisão domiciliária que lhe foi dada esta manhã.

Escoltado por mais de 3000 populares, o ex-primeiro ministro Nawaz Sharif saiu este domingo de carro da sua casa em Lahore. Um desafio à detenção por 3 dias imposta pelas autoridades na véspera de um protesto contra o governo convocado para a capital, Islamabad. Nas palavras que dirigiu aos apoiantes, reunidos à porta do seu domicílio, Sharif disse que era chegada a hora “de marchar” e de “conduzir o Paquistão ao seu destino” e que as autoridades não podem “conter as emoções do povo”. Sharif tomou a direcção do Supremo Tribunal da província do Punjab, no centro da cidade de Lahore, onde já se registaram hoje confrontos entre manifestantes e as forças da ordem. A oposição e advogados lideram um protesto em prol da independência da justiça, exigindo nomeadamente das autoridades a reintegração dos juízes destituídos em 2007 e a revogação da decisão que impede Sharif e o seu irmão de se candidatarem a cargos públicos.