Última hora

Última hora

Fritzel rejeita acusações de assassínio e escravatura

Em leitura:

Fritzel rejeita acusações de assassínio e escravatura

Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal da pequena cidade austríaca de Sankt Polten começou esta manhã a julgar Josef fritzl, acusado de um crime que chocou o mundo.

Numa primeira sessão que decorre à porta fechada, o septuagenário é acusado de escravizar e violar a própria filha, que manteve presa durante 24 anos. Uma situação de incesto da qual resultaram sete filhos e que poderá levar o tribunal a aplicar uma pena de prisão perpétua. Fritzel já confessou a maior parte dos crimes de que é acusado, excepto o de escravatura e assassinato de uma das crianças, acusações que voltou a rejeitar em tribunal. Os especialistas afirmam de resto que, será difícil provar a responsabilidade do acusado na morte de um dos seus filhos-netos, fruto da relação incestuosa. Uma multidão de jornalistas e manifestantes aguardava no exterior do tribunal a chegada do arguido e o início do julgamento.