Última hora

Última hora

A guerra da água em Espanha

Em leitura:

A guerra da água em Espanha

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de milhar de pessoas manifestaram-se em Murcia para exigiram a manutenção dos transvases de água entre os Rios Tejo e Segura.

Os manifestantes – 400 mil segundo a polícia, 500 mil de acordo com os organizadores – desfilaram nas ruas da cidade no Sudeste de Espanha, em protesto contra o eventual fim, em 2015, dos transvases, de acordo com os termos do novo estatuto da autonomia da região central de Castela-La-Mancha. O presidente da Região explicou que “não se trata de uma manifestação contra pessoas, trata-se de manifestar por um bem essencial, a água, que deverá beneficiar toda a gente. A reformulação do estatuto está a ser analisado pelo Parlamento espanhol e prevê a interrupção, no prazo de seis anos, dos transvases de água entre o Tejo, que atravessa a região de Castela-La-Mancha, e o Segura, que cruza o Sudeste espanhol.