Última hora

Última hora

França em protesto contra política económica de Sarkozy

Em leitura:

França em protesto contra política económica de Sarkozy

Tamanho do texto Aa Aa

A França despertou esta manhã com uma forte mobilização social no horizonte, manifestações com o propósito de contestar o plano do presidente Nicolas Sarkozy para combater a crise económica.

Face às greves, ao início da manhã ainda não se registavam grandes perturbações nos transportes. Apesar do incómodo que as paralisações provocam muitas pessoas estão de acordo com os protestos. “Acho que aqueles que fazem greve têm razão…. Em relação ao que se passa, o famoso poder de compra prometido pelo presidente é cada vez mais uma miragem. Penso que com mobilizações as coisas podem mudar. É por isso que apoio a 100 %aqueles que fazem a greve”, disse um homem numa estação de Paris. “As razões podem ser legítimas. Agora, efectivamente, existe um descontentamento que pode se exprimir mas espero que não dure muito tempo”, referiu outro. Transportes, correios, escolas, hospitais e centros administrativos serão os mais afectados pela greve. O governo rejeitou abrir mais os cordões à bolsa como o fez após o protesto de Janeiro que reuniu 2 milhões e meio de pessoas, segundo os organizadores. Para esta quinta feira, os sindicatos esperam superar a mobilização de há mais de um mês. Estão previstas 200 marchas de protesto.