Última hora

Em leitura:

Imigração ilegal no cinema


cinema

Imigração ilegal no cinema

Em parceria com

A imigração ilegal volta ao cinema, pela câmara do jovem cineasta norte-americano, Cary Fukunaga.

É a sua primeira obra de grande folego, com título original em Castelhano – “Sin Nombre”. Fala da saga dos centro-americanos que se lançam na aventura de alcançar os Estados Unidos, provavelmente, porque ainda acreditam no sonho americano. “Eu percebi porque é que os centro-americanos têm que ir para os Estados Unidos, atravessando o México, correndo todos os perigos que os cercam. Fiquei muito chocado, porque nunca tinha pensado nisso. Ouvi e vi a cobertura mediática daquelas aventuras e fui ver e ler o que se passava nos comboios, com os gangues de bandidos e todas as coisas que aconteciam nessas viagens, e isso mexeu muito comigo”, diz o cineasta. “Sin Nombre” conta a estória de Sayra, uma jovem hondurenha que tem o sonho de construir, nos Estados Unidos, um futuro que lhe é negado no seu país. Quer juntar-se ao pai e ao tio, distantes, e inicia o caminho, convencida que a vida lhe vai uma chance. No caminho, cruza-se com um jovem mexicano, membro de um gangue. Tornam-se companheiros de viagem, driblando os perigos que os separam dos Estados Unidos. O realizador, para construir a estória, passou três semanas, nos comboios da aventura: “Foram absolutamente brutais, três horas daquela viagem de comboio. Começámos à noite e de manhã o comboio foi atacado por bandidos….e eu tive um sentimento de impotência, um sentimento de não ter qualquer poder sobre o que nos podia acontecer. Foi a primeira vez que eu, vindo do ocidente do mundo e tendo uma opção, estando ali com eles, senti uma coisa destas. Eu estava definitivamente no mesmo barco com eles, e tive uma enorme sensação de medo. Antes disto, nunca pensei ter uma experiência destas”. Depois da estreia americana, a 20 de Março, descerá até ao México, em Maio. A estreia nas salas europeias ainda não tem data marcada.
Saiba mais:

Os nossos destaques

Artigo seguinte

cinema

Cinema: "Flash of Genius"