Última hora

Última hora

Macedónios votam em eleições cruciais para as aspirações europeias

Em leitura:

Macedónios votam em eleições cruciais para as aspirações europeias

Tamanho do texto Aa Aa

A Macedónia conduz hoje eleições presidenciais e autárquicas nas quais pretende provar as credenciais democráticas do país como aspirante à União Europeia.

O favorito para a chefia do Estado é Gjorge Ivanov, candidato do partido conservador no poder. Mas, apesar da larga vantagem nas sondagens, não deverá evitar uma segunda volta a 5 de Abril. Bruxelas exigiu um escrutínio justo e segundo as normas europeias, menos de um ano depois de legislativas marcadas por confrontos violentos nas regiões de minoria albanesa. Quatro anos depois de receber o estatuto de candidato à União Europeia, a Macedónia quer iniciar agora as negociações de adesão. As medidas de segurança foram reforçadas para estas eleições, que serão acompanhadas por trezentos observadores internacionais. A campanha eleitoral centrou-se nomeadamente na promessa de uma solução para o diferendo com a Grécia sobre a designação oficial do país, que bloqueou a entrada da Macedónia na NATO há um ano e promete travar as aspirações europeias.