Última hora

Última hora

Menina sequestrada no Sul de França continua em paradeiro desconhecido

Em leitura:

Menina sequestrada no Sul de França continua em paradeiro desconhecido

Tamanho do texto Aa Aa

A principal pista sobre o rapto da pequena Elise, sequestrada na sexta-feira no sul de França, não deu frutos.

A polícia francesa acreditava ter detectado os dois homens e a mulher suspeitos de terem raptado a menina franco-russa a bordo de um avião entre a Suíça e Moscovo. Mas a informação revelou-se falsa após um controlo dos passageiros. O pai de Elise explica que “as pessoas que se acreditava serem os sequestradores, bem como a criança sequestrada, foram controladas pelas autoridades russas, que acabaram por deixá-las partir quando concluiram que não se tratava dos raptores”. Ele próprio, acrescenta, “não as reconheceu”. Elise foi raptada em Arles quando saía da escola com o pai, que foi violentamente agredido. As autoridades acreditam que a menina está na Suíça e seguem também a pista que aponta responsabilidades à mãe, de nacionalidade russa, que já em 2007 tinha levado Elise à revelia do pai para a Rússia, o que lhe valeu um mandado de captura internacional emitido pela Justiça francesa.